Nome
Peter Scheier
URL
Sobre

Fotógrafo alemão, Peter Scheier (1908-1979) chegou em São Paulo em 1937. A partir de 1939 trabalhou para o suplemento em rotogravura editado pelo O Estado de S.Paulo. No começo dos anos quarenta até cerca de 1950 foi fotojornalista da revista O Cruzeiro. Tornou-se o fotógrafo oficial do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand desde 1947, ano de sua fundação, captando a própria constituição do acervo do museu, bem como suas primeiras exposições. A atuação no Masp e a relação com o diretor do museu, Pietro Maria Bardi e sua esposa, Lina Bo Bardi, levaram Scheier a fotografar diversos trabalhos da arquiteta, como a Casa de Vidro e a documentação de artesanato iniciada por ela na Bahia. 

Ainda nos anos 1940, o fotógrafo criou o Foto Studio Peter Scheier, empresa familiar que funcionou em São Paulo até 1975, ano em que retornou à Alemanha com sua esposa, Gertrudes Willheim. De 1958 a 1962 foi fotógrafo oficial de eventos da emissora de televisão Record. Representante da agência Pix dos Estados Unidos, publicou reportagens no exterior, entre as quais a inauguração de Brasília.

Seu acervo de negativos é permeado por assuntos variados. Sua carreira voltou-se para as fotografias de eventos sociais, arquitetura, indústria, publicidade e jornalismo. Realizou documentação fotográfica para as maiores fábricas e indústrias de São Paulo e de outros estados, e registrou as mudanças tecnológicas do país anotando as características regionais, tipos humanos e situações sociais. A parte de trabalhos comissionados, cerca de 35mil imagens, faz parte da coleção do Instituto Moreira Salles (IMS). O acervo pessoal permanece na família, representado pelo Instituto Peter Scheier.

Este projeto foi realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal.
Logos de patrocinadores