Quem sabia já morreu

Em seu primeiro livro Ciça Carboni se apropria de imagens como suporte para textos críticos sobre a relação da mulher com a sociedade onde vive. Utilizando como foi condutor a poeta Cora Coralina, a autora cria uma narrativa ácida sobre a situação da mulher na sociedade moderna. A partir de mulheres ícones na história brasileira, Ciça apresenta uma realidade cruel que vive a mulher brasileira hoje. Nesse Quem sabia já morreu a fotografia serve apenas para reforçar histórias contadas ao longo do livro numa simbiose temática que fortalece a compreensão e gera incômodo por uma realidade que as mulheres precisam enfrentar em pleno século XXI.

(FONTE: site da editora)

Identificação
Título
Quem sabia já morreu
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2019
Número de Páginas
1 vol. não paginado
ISBN / ISSN
9788564444362
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (Fotografia)
Edição
Impressão (Gráfica Principal)
Outros
Forma Física
Tiragem
50
Tipo de capa
Flexível
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Assuntos Gerais
URL
A+
A-