Pós-poste

A troca pelos postes de concreto gerou uma triste floresta de árvores abatidas e sem função nos domínios da COPEL (Companhia Paranaense de Energia). Até que, novamente, o pensamento utilitário do homem, agora operando no vetor da reciclagem, deu uma destinação mais digna aos troncos, gerando uma arquitetura peculiar na qual os pós-postes se tornaram estruturas extremamente elegantes de edificações públicas e privadas.

Passadas algumas décadas, André Nacli fez dessas construções o seu foco de investigação artística. Suas imagens, que, num primeiro momento, parecem ser uma documentação clássica e acrítica, logo nos capturam pelas oposições entre figura e fundo e apontam para o embate entre natureza e cultura, muito bem engendrado nessa instalação pensada para o Museu da Fotografia. – EDER CHIODETTO

(FONTE: site do autor)

Identificação
Título
Pós-poste
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2016
Número de Páginas
1 vol. não paginado
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (Fotografia)
Outros
Forma Física
Largura (cm)
22,5
Altura (cm)
27,5
Tipo de capa
Dura
Tipo de encadernação
Leporello
Conteúdos
Notas de Conteúdo

Publicação composta por dois cadernos sanfonados montados sobre uma mesma base rígida.

Notas de exposição

Catálogo da exposição realizada no Museu da Fotografia Cidade de Curitiba, de 26 de julho a 25 de setembro de 2016.

Notas de idioma

Textos em português e inglês.

Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
URL
Localização do item
Acervo Consultado
A+
A-