Capa do livro

Dispositivo fotografia e contemporaneidade

Este livro abre um espaço de experiência sobre o pensamento visual que nos descortina alguns dos caminhos através dos quais a fotografia – no campo da arte, no design, na documentação etc. – vem fabricando não apenas novas imagens e experiências de visualidade, mas também realidades e subjetividades que se “performam audiovisualmente”.

Nos artigos reunidos nesta coletânea, a fotografia nos ajuda a pensar instâncias e dimensões da atividade social em contínuo processo de atualização: da sua inserção na história das linguagens gráficas à invenção de novas técnicas de visualização; da codificação das imagens midiáticas à construção dos discursos verbo-visuais e às novas modalidades do fotojornalismo colaborativo. Em plena acepção da imagem-pensante, apresenta-se no livre exercício do pensamento crítico sobre a cultura e a sociedade contemporâneas nas suas dimensões estéticas, semióticas, éticas e políticas.

Nesse sentido, constitui um tipo de contribuição e resposta ao desafio que nos foi proposto pelos mestres Moholy-Nagy e Walter Benjamin há quase cem anos: a alfabetização visual, a necessidade de aprender a “ler e escrever” com imagens. Eminentemente multi e transdisciplinar, Dispositivo Fotografia e Contemporaneidade aborda do pinhole ao pixel, da teoria da prática à prática da teoria.

(FONTE: site da editora)

A+
A-