Capa do livro

Thomaz Farkas

Mesmo em algumas das fotografias mais abstratas de Thomaz Farkas, a realidade não é encoberta. Se a referência espacial é desconstruída ou camuflada, há pistas sobre ela. Em contrapartida, nas imagens mais documentais, o enquadramento, o jogo com a forte contraluz e a exploração de texturas revelam um mundo cotidiano até então desconhecido. A ambigüidade entre a abstração e a figuração, fazendo com que uma aponte para a outra, está no núcleo de sua pesquisa formal.

O surgimento da fotografia moderna no Brasil deve muito a Farkas. Quebrando as regras clássicas de composição herdadas do pictorialismo, seu trabalho instaura uma postura em que a escolha de temas corriqueiros afirma a liberdade do fotógrafo e indica a possibilida-de da arbitrariedade do ato fotográfico. – Cauê Alves

(Fonte: a publicação)

Identificação
Título
Thomaz Farkas
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2002
Número de Páginas
156 p.
ISBN / ISSN
853140682X
Idioma
Publicação Seriada
Série
Volume
11
Ficha Técnica
Autoria (Fotografia)
Autoria (Texto)
Edição de Imagem
Projeto Gráfico
Impressão
Forma Física
Largura (cm)
20
Altura (cm)
21
Tiragem
1.500
Tipo de capa
Flexível
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
Referências Externas
Acervo Consultado
A+
A-