Lobo do homem

Lobo do homem é uma justaposição de desenhos, poemas e fotografias, livro-colagem que trata da existencia, acossada entre as limitações da construção social e os arroubos do sentimento. Nele o artista apropria-se do processo de fetichização ligado ao consumo, do desejo absoluto da imagem. Ilustra-se o aspecto ilimitado da vontade humana em signos finitos (imagem). O que comunica nestas imagens também confunde: cria-se um labirinto onde o visível quer ser sublime mas é interrompido (enquadramento, gesto). Lobo do homem aparece então como uma anti-antropologia dos sinais.

(FONTE: site da editora)

Identificação
Título
Lobo do homem
Tipo de Publicação
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2016
Número de Páginas
1 vol. não paginado
Idioma
Ficha Técnica
Impressão (Gráfica Principal)
Outros
Forma Física
Largura (cm)
14
Altura (cm)
19
Tipo de capa
Flexível
Tipo de impressão
Risografia
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
URL
A+
A-