Sonhos ficaram guardados

Sonhos ficaram guardados poderia ser apenas um sugestivo título para um livro que desse conta da sua poesia. Contudo, vai além. Traz a complexidade simbólica das palavras para a fotografia. De certa maneira, fratura a potência literária ao enfatizar narrativas subliminares pela atmosfera dramática do imaginário revelado em imagens.

Os sonhos insinuados nas fotografias da artista Jane Paris lançam para o centro da narrativa o abismo que circunda o inconsciente de todos nós. A edição do livro alinhava seu conteúdo pelo limiar da imaterialidade intangível dos sonhos, tensionando estados do que pudera ser vivido de alguma maneira, em algum lugar, por passagens e encontros com o habitual, simplesmente pela vida que urge.

(FONTE: site da editora)

Identificação
Título
Sonhos ficaram guardados
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2017
Número de Páginas
1 vol. não paginado.
ISBN / ISSN
9788593223020
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (Fotografia)
Edição
Design (Projeto Gráfico)
Impressão (Gráfica Principal)
Outros
Forma Física
Largura (cm)
18
Altura (cm)
25
Tiragem
500
Tipo de capa
Flexível
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
A+
A-