Capa do livro

Revolução de 32 : a fotografia e a política

A importância da Revolução Constitucionalista de 1932 para a história contemporânea do Brasil e a existência de farta documentação fotográfica e propagandística sobre o tema, despertaram-nos para a relevância da prospecção dessas fontes. Nosso propósito foi dar prosseguimento ao trabalho que temos desenvolvido no sentido de valorizar a fotografia e outros registros visuais como fontes históricas.

(...)

A proliferação de imagens sobre os acontecimentos, causada pelo impacto do movimento, fornece um valioso testemunho que permite ao público, 50 anos após a revolução, familiarizar-se com seu passado. 

(FONTE: a publicação)


Identificação
Título
Revolução de 32
Subtítulo
a fotografia e a política
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
1982
Número de Páginas
60 p.
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (Texto)
Impressão
Forma Física
Largura (cm)
21
Altura (cm)
21
Tipo de capa
Flexível
Tipo de encadernação
Canoa com costura
Conteúdos
Notas gerais

Fotografias sem identificação de autoria, pertencentes aos acervos da editora Abril, Museu da Imagem e do Som de São Paulo, Fundação Getúlio Vargas e dos jornais O Estado de São Paulo e A Gazeta.

Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
Referências Externas
Acervo Consultado
A+
A-