Capa do livro

Jogos de aparência : os retratos da aristocracia do açúcar : a representação cultural dos ábuns de família em Pernambuco nos séculos 19 e 20

"As retóricas fotográficas envolvem sutilezas simbólicas de classes sociais de atestação de poder e riqueza - de um período específico que remete a meados do século 19 e início do 20. 0 lugar: o nordeste brasileiro, o estado de Pernambuco. A sociedade: oligárquica, patricarcal, aristocrática em contraposição à escravidão. Fala-se de certo território econômico-geográfico, agrário, do plantio da cana-de-açúcar. Legado colonial impregnado de diferenças, de posses (fosse de terras, fosse de gente). Espaço da casa-grande, da senzala e de discreta burguesia urbana. Uma história permeada de fausto, opulência, maus-tratos e melancolia. Sociedade partida em duas faces contundentes."

(FONTE: a publicação)

Identificação
Título
Jogos de aparência
Subtítulo
os retratos da aristocracia do açúcar : a representação cultural dos ábuns de família em Pernambuco nos séculos 19 e 20
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2016
Número de Páginas
231 p.
ISBN / ISSN
9788568804056
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (Texto)
Impressão
Forma Física
Largura (cm)
18
Altura (cm)
24
Tiragem
500
Tipo de capa
Flexível
Tipo de Papel
Pólen Bold 90g/m2
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Notas de Conteúdo

Contém imagens dos Acervo Fundação Joaquim Nabuco – Ministério da Educação.

Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
A+
A-