Capa do livro

O espelho distorcido : imagens do indivíduo no Brasil oitocentista

texto Patrícia Lavelle

Que representação da individualidade resulta da mistura, no Brasil do século XIX, da concepção burguesa e européia de interioridade com o personalismo de cunho ibérico que caracterizava a sociedade colonial?

Em outras palavras: quem somos? Contribuição instigante para a reflexão sobre a constituição do indivíduo moderno em nossa sociedade, este livro assume o caráter aberto da abordagem ensaística – inconclusividade constitutiva que não exprime renúncia, mas tentativa sempre renovada. Nele, retratos antigos desempenham um papel central. Em tais objetos, profundamente representativos na sua muda insignificância, entrevemos imagens do indivíduo nestes trópicos. A fotografia não é utilizada, no entanto, como fonte historiográfica, mas como um fio de Ariadne a partir do qual é possível tecer a argumentação, aglutinando documentos heterogêneos.

(FONTE: a publicação)

Identificação
Título
O espelho distorcido
Subtítulo
imagens do indivíduo no Brasil oitocentista
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2003
Número de Páginas
130 p.
ISBN / ISSN
9788570412461 / 8570412460
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (Texto)
Impressão
Forma Física
Largura (cm)
14
Altura (cm)
20
Tipo de capa
Flexível
Tipo de Papel
Cartão 250g/m2 Capa Offset 90g/m2 Miolo
Tipo de impressão
Offset
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Notas de Conteúdo

Contém prefácio de Luiz Costa Lima.

Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
Referências Externas
Acervo Consultado
A+
A-