Capa do livro

Frechal, quilombo pioneiro no Brasil : da escravidão ao reconhecimento de uma comunidade afrodescendente

fotografias Christine Leidgens

A fotógrafa belga Christine Leidgens parte da experiência de seis anos vividos na comunidade de Frechal, no Maranhão, para apresentar ao leitor a história dos descendentes de escravizados que lá habitam em fotos, depoimentos, textos e mapas. Frechal foi a primeira das aproximadamente 4 mil comunidades remanescentes de quilombos no Brasil a obter reconhecimento oficial e garantir o pleno uso de sua terra, registrando-a como reserva extrativista. Artigos complementares de Kabengele Munanga, François Houtart, Henry Panhuys, Sergio Ferretti, Ilka Boaventura Leite e Petrônio Domingues explicam por que Frechal se tornou paradigma de luta pela cidadania e pelo respeito à diversidade étnica.

(FONTE: site da editora)

Identificação
Título
Frechal, quilombo pioneiro no Brasil
Subtítulo
da escravidão ao reconhecimento de uma comunidade afrodescendente
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2018
Número de Páginas
256 p.
ISBN / ISSN
9788594930798
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (Fotografia)
Autoria (Texto)
Projeto Gráfico
Impressão
Forma Física
Largura (cm)
23
Altura (cm)
22
Tipo de capa
Flexível
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Notas gerais

Publicado originalmente em francês com o título Frechal, terre africaine au Brésil, pela Edition Husson, em 2014.

Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
Referências Externas
URL
Acervo Consultado
A+
A-