Capa do livro

Anna Bella Geiger : Brasil nativo / Brasil alienígena

organização editorial e curadoria Adriano Pedrosa e Tomás Toledo

Escultora, pintora, gravadora, desenhista, artista intermídias e professora, Geiger inicia seus estudos artísticos, na década de 1950, no ateliê de Fayga Ostrower. O eixo central da obra de Geiger é o debate da existência de uma "cultura brasileira" comum a todos os habitantes da nação. Sua obra é marcada pelo uso de diversas linguagens e a exploração de novos materiais, como fotogravura, fotografia clichê, fotomontagem, serigrafia, xerox, cartão-postal e vídeo. O livro abrange a trajetória de Anna Bella da década de 1950 até os anos 2000.

(FONTE: site da livraria WMF Martins Fontes)

Identificação
Título
Anna Bella Geiger
Subtítulo
Brasil nativo / Brasil alienígena
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2019
Número de Páginas
288 p.
ISBN / ISSN
9788531000775 / 9788594932105
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (Fotografia)
Organização
Projeto Gráfico
Impressão
Outros
Forma Física
Largura (cm)
21
Altura (cm)
28
Tipo de capa
Dura
Tipo de Papel
Couché Fosco 150g/m2 Miolo Masterblank 270g/m2 Capa Offset 90g/m2 Miolo
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Notas de Conteúdo

Contém textos de Adriano Pedrosa, Bernardo Mosqueira, Estrella de Diego, Gabriela De Laurentiis, Philippe Van Cauteren, Tomás Toledo e Zanna Gilbert.

Notas de exposição

Catálogo da exposição homônima realizada no MASP, em São Paulo, de 29 de novembro de 2019 a 1 de março de 2020 e no SESC Avenida Paulista, em São Paulo, de 30 de novembro de 2019 a 1 de março de 2020.

Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
Referências Externas
URL
Acervo Consultado
A+
A-