Capa do livro

A arte do vídeo

texto Arlindo Machado

Os vídeo-artistas já têm um guru: ele se chama Nam June Paik, um coreano atrevido que, ao pé da letra e sem nenhum jogo de expressão, virou a televisão pelo avesso, transformando-a em vídeo-arte. E é bastante significativo que, numa mídia suportada pela tecnologia maciça, atravessada por grandes fluxos de capital e, dominada por trustes internacionais, um habitante do Terceiro Mundo tenha ensinado ao Primeiro como tirar conseqüências da sua própria invenção.

Neste livro, Arlindo Machado analisa as potencialidades desta nova forma de arte, dentro das possibilidades da TV e do vídeo-tape. Tudo ilustrado com dezenas de fotografias. 

(FONTE: a publicação)

Identificação
Título
A arte do vídeo
Tipo de publicação
Cidade de edição
Estado de edição
País de edição
Editora
Ano de publicação
1995
Número da edição
3. ed.
Número de páginas
225 p.
ISBN / ISSN
8511220216 / 9788511220216
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (texto)
Impressão
Forma Física
Largura (cm)
14
Altura (cm)
21
Tipo de capa
Flexível
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Notas gerais

Outras edições:
1. ed.: 1988
2. ed.: 1990
3. ed.: 1995

Assuntos gerais
Áreas de conhecimento
A+
A-