Capa do livro

À sombra do colonialismo : fotografia, circulação e o projeto colonial português (1930-1951)

Qual foi o papel da fotografia na construção e manutenção de projetos de poder colonialistas? Essa é a questão incômoda que Marcus Vinicius de Oliveira persegue em seu livro À sombra do colonialismo. O historiador analisa duas séries fotográficas associadas ao poder colonial português – mais precisamente, o regime salazarista, no início de sua instauração –, seus circuitos sociais, assim como seus usos e funções em um contexto colonial. A primeira série é um conjunto produzido por fotógrafos profissionais em dois grandes eventos promovidos pelo regime: a Exposição Colonial de 1934 e a Exposição do Mundo Português de 1940. A segunda foi produzida nas missões antropológicas sob a orientação de António Mendes Corrêa (1888-1960) e inclui os trabalhos da exposição de 1934, além das Missões da Guiné e de Moçambique. Sustentado em vasta documentação, o estudo de Oliveira é uma abordagem vigorosa e desconcertante sobre a economia visual que sustentou o colonialismo e suas ações de violência, sujeição e controle.

(FONTE: a publicação)

Identificação
Título
À sombra do colonialismo
Subtítulo
fotografia, circulação e o projeto colonial português (1930-1951)
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2021
Número de Páginas
288 p.
ISBN / ISSN
9786586903195
Idioma
Publicação Seriada
Série
Ficha Técnica
Autoria (Texto)
Projeto Gráfico
Forma Física
Largura (cm)
16
Altura (cm)
23
Tipo de capa
Flexível
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
A+
A-