Capa do livro

A mise-en-film da fotografia no documentário brasileiro e um ensaio avulso

texto Glaura Cardoso Vale

O livro (...) investiga a mise-en-film da fotografia procurando demonstrar como a imagem fotográfica é requerida na elaboração da memória das pessoas filmadas a partir de dois temas: “Álbuns de família” e “Retratos da dor”. Tendo em vista esses dois eixos temáticos e a solicitação da fotografia como dispositivo de rememoração, os ensaios aqui reunidos abordam os seguintes filmes: Acácio (Marília Rocha, 2008), Moscou (Eduardo Coutinho, 2009), Nos olhos de Mariquinha (Cláudia Mesquita e Junia Torres, 2008), Retratos de identificação (Anita Leandro, 2014) e Cabra marcado para morrer (Eduardo Coutinho, 1984).

Foi incorporado a esta edição um ensaio posterior dedicado ao múltiplo da fotografia que trabalha com Travessia (Safira Moreira, 2017) e Inconfissões (Ana Galizia, 2017). Como um signo especial que guarda, em si, o efeito paradoxal de ser presença da ausência e ausência da presença, noção benjaminiana retomada por vários estudiosos da imagem, ao trazer à luz tais fotografias, os filmes acabam por reinseri-las na linha do tempo. Dessa forma, uma história individual ou coletiva pode ser redescoberta, repensada, submetida ao olhar crítico. Já o ensaio avulso destaca as relações entre a leitura e a escrita do movimento no cinema de Aloysio Raulino (...).

(FONTE: site da editora)

Identificação
Título
A mise-en-film da fotografia no documentário brasileiro e um ensaio avulso
Tipo de publicação
Cidade de edição
Estado de edição
País de edição
Editora
Ano de publicação
2016
Número de páginas
123 p.
ISBN / ISSN
9788566786453
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (texto)
Projeto gráfico
Forma Física
Largura (cm)
13
Altura (cm)
20
Tipo de capa
Flexível
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Notas gerais

Outras edições:
1. ed.: 2016
2. ed. rev. e amp.: 2020

Assuntos fotográficos
Assuntos gerais
A+
A-