Capa do livro

1964 na visão do ministro do trabalho de João Goulart

texto Almino Affonso

Este livro tem o mérito de discutir as causas que levaram ao golpe militar de 1964, na visão de seu autor. Ao recuar no tempo até a Era Vargas, Almino Affonso alinha as questões que se mantiveram acesas no país e evoluíram até o governo João Goulart, como a inflação, a dívida externa, baixos salários, formação e fortalecimento dos sindicatos e do movimento estudantil, campanhas pela reforma agrária, ao mesmo tempo em que a Guerra Fria recrudescia, incluindo o Brasil na geopolítica mundial. A retórica do anticomunismo cresceu e reduziu a possibilidade de uma política externa independente como pretendia Jango. As pressões pelo atendimento de reivindicações de empresas norte-americanas aumentaram. As negociações da dívida externa tornaram-se instrumentos para a desestabilização política do governo, em aliança explícita com seus adversários nacionais. Mais do que um documento histórico, mais do que um perfil político de Jango e de muitos outros personagens da política brasileira, como ministros, parlamentares, militares, sindicalistas e empresários, este livro de Almino Affonso é um testemunho de um dos raros sobreviventes da Era Jango - indispensável à compreensão do país em que vivemos hoje.

(FONTE: site da editora)

Identificação
Título
1964 na visão do ministro do trabalho de João Goulart
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2014
Número de Páginas
680 p.
ISBN / ISSN
9788540101210
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (Texto)
Impressão
Forma Física
Largura (cm)
13,5
Altura (cm)
22,5
Tiragem
1.000
Tipo de capa
Flexível
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Notas de Conteúdo

Contém fotografias de Erno Schneider, Donald Uhrbrock, Ralph Cranel, Dmitri Kessel, Marcel Gautherot, Peter Scheier, Chico Albuquerque, Jean Manzon, Cecil Stoughton e Rene Cabrales.

Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
Referências Externas
URL
Acervo Consultado
A+
A-