Curimbó

fotografias Karina Couto Machado

De origem Tupinambá, o "Canto Mágico da Amazônia", preferência entre os pescadores marajoaras, atravessou com eles a Baía de Guajará e foi dar em praias do Salgado paraense, consolidando-se como gênero musical após influências do batuque africano e dos movimentos das danças folclóricas lusitanas.

Tocante pela pulsação e, a mim, singularmente, por ter nascido e percorrido os mesmos caminhos de minhas raízes, o carimbó* (Curi = Pau e Mbó = oco) é cadência que traduz a força da miscigenação e que se imprime em evidente contraste com a leveza e a feminilidade coreografadas.

(...) No registro da ação, de espaço e temporalidade não contextualizáveis, movo os pés descalços com giros em torno do meu próprio eixo; na negativa do tempo; com o característico corpo curvado, em reverência à amplitude e à liberdade, vezes ocultas sob o acentuado franzido das saias... 

(FONTE: a publicação)


Identificação
Título
Curimbó
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2014
Número de Páginas
1 vol. não paginado
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (Fotografia)
Forma Física
Largura (cm)
15,5
Altura (cm)
15,5
Tipo de capa
Dura
Tipo de encadernação
Leporello
Conteúdos
Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
A+
A-