Crisálidas : Madalena Schwartz

Crisálidas traz ao público fotografias de artistas, travestis, transformistas e personagens do teatro underground paulistano. São imagens feitas por Madalena Schwartz durante a década de 1970, período ao mesmo tempo repressivo – em decorrência do regime militar – e transgressor – graças à efervescência de temas ligados à liberdade sexual que começavam a ter relevância e visibilidade. Interessada pela androginia e pelo transformismo, temas que serviam de matéria-prima tanto para shows triviais de travestis como para uma leva de artistas inovadores, como os Secos & Molhados e os Dzi Croquettes, Madalena passou a frequentar bares e boates homossexuais paulistanos, ficou próxima a vários artistas desses grupos, bem como a figuras ligadas a eles, e os fotografou. A fotógrafa ficou fascinada pela excentricidade revelada tanto nas expressões faciais como na forma de se vestir. Na maioria das vezes, as fotografias eram feitas num estúdio improvisado em seu apartamento no edifício Copan, onde estabelecia com os retratados uma relação de proximidade, o que explica parte da força dessas fotos.

(FONTE: site da Biblioteca IMS Paulista)

Identificação
Título
Crisálidas
Subtítulo
Madalena Schwartz
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2012
Número de Páginas
133 p.
ISBN / ISSN
9788586707803
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (Fotografia)
Autoria (Texto)
Organização
Projeto Gráfico
Impressão
Forma Física
Largura (cm)
23
Altura (cm)
31
Tiragem
2.000
Tipo de capa
Dura
Tipo de Papel
Couché Fosco 170g/m2
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
Referências Externas
URL
Acervo Consultado
A+
A-