Cabisbaixo no paraíso

Se podem sulcar as águas das imagens? Inventando outros rostos e pegadas? Desejar outros passos? Cabisbaixo no Paraíso detala essa travessia, faz essa operação imagética tão própria e característica da poética de Miguel Rio Branco, no caso, respeito a Dulce sudor amargo (1985), inventando novas veredas.

(FONTE: Adolfo Montejo Navas - a publicação)

Identificação
Título
Cabisbaixo no paraíso
Tipo de Publicação
Cidade de Edição
Estado de Edição
País de Edição
Editora
Ano de publicação
2018
Número de Páginas
1 vol. não paginado
ISBN / ISSN
9788583250524
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (Fotografia)
Autoria (Texto)
Organização
Projeto Gráfico
Forma Física
Largura (cm)
18
Altura (cm)
24
Tipo de capa
Flexível
Tipo de Papel
Eurobulk 135g/m2
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Notas de exposição

Catálogo de exposição ocorrida entre 16 de junho e 13 de julho de 2018 na Paulo Darzé Galeria, em Salvador (BA).

Assuntos Fotográficos
Assuntos Gerais
Referências Externas
URL
A+
A-