Capa do livro

Fotografia e viagem : entre a natureza e o artifício

textos Antonio Fatorelli

De um lado a descoberta da fotografia em 1839; de outro a emergência de novos regimes de subjetividade surgidos com a modernidade, em períodos sucessivos distintos: (1870/80, 1920/30 e 1980/90). Na relação diferencial entre homem e técnica e entre corpo e máquina, que distingue esses períodos, delineia-se a questão central deste livro do carioca Antonio Fatorelli. 

O titulo, Fotografa e viagem - Entre a natureza e o artificio, sugere ao leitor que uma abordagem múltipla pode apagar as tradicionais fronteiras entre as funções da fotografia. Não é casual, portanto, a maneira como o autor faz convergir pontos programáticos aparentemente irreconciliáveis. Situados entre a representação verdadeira e a ficção, movimentos como o purismo e a fotografia composta. por exemplo, revelam suas singularidades ao mesmo tempo que são apreendidos como tramas de uma rede cultural mais complexa. 

(FONTE: a publicação)


Identificação
Título
Fotografia e viagem
Subtítulo
entre a natureza e o artifício
Tipo de publicação
Cidade de edição
Estado de edição
País de edição
Editora
Ano de publicação
2003
Número de páginas
177 p.
ISBN / ISSN
8573163232 / 9788573163230
Idioma
Ficha Técnica
Autoria (texto)
Impressão
Forma Física
Largura (cm)
16
Altura (cm)
23
Tipo de capa
Flexível
Tipo de encadernação
Brochura
Conteúdos
Assuntos fotográficos
Referências Externas
Acervo consultado
A+
A-