Nome
René Burri
URL
Sobre

René Burri (1933 - 2014) nasceu em Zurique, Suiça. Foi fotógrafo da Agência Magnum, dedicado ao fotojornalismo.

Estudou na Escola de Artes Aplicadas de Zurique, Suíça. De 1953 a 1955, trabalhou como documentarista no cinema e começou a usar uma Leica enquanto fazia seu serviço militar.

Burri trabalhou para a Magnum Photos fotografando figuras e cenas desde 1946. Tornou-se associado da Magnum em 1955 e membro de pleno direito em 1959. Em 1956, viajou pela Europa e Oriente Médio e depois foi para a América Latina, onde fez uma série sobre os gaúchos publicada pela revista Du em 1959. Fez retratos de Che Guevara e Pablo Picasso, além de políticos, militares e artísticas, assim como, imagens icônicas de São Paulo e Brasília. Foi colaborador de publicações como LIFEParis-Match e The New York Times. Participou da criação da Magnum Films em 1965 e abriu a Galeria Magnum em Paris em 1962, enquanto continuava suas atividades como fotógrafo; ao mesmo tempo que fez colagens e desenhos.

Manteve uma longa relação com o Brasil. Fotografou Brasília em pelo menos três ocasiões: na inauguração da cidade, em 1960; no fim da década de 1970; e em 1997. Nas décadas de 1960 e 1970, produziu imagens icônicas das metrópoles do país, entre elas suas clássicas fotos da Avenida Paulista. Documentou as filmagens de "Terra em Transe", de Glauber Rocha, e a Bahia de Jorge Amado.

René Burri viveu e trabalhou em Zurique e Paris. Faleceu aos 81 anos, na sua cidade natal. Seu arquivo, que consiste em cerca de 30 mil imagens, integra a coleção do Musée de l’Elysée, em Lausane, na Suíça.

Este projeto foi realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal.
Logos de patrocinadores